terça-feira, 6 de abril de 2010

PROJETO: LITERATURA INFANTIL / 2010


Projeto: Literatura Infantil.

Tema: No Mundo da Imaginação.

Duração: 05 a 16 de abril de 2010.

Justificativa: A literatura infantil é um caminho que leva a criança a desenvolver a imaginação, emoções e sentimentos de forma prazerosa e significativa. É importante para a formação de qualquer criança ouvir muitas e muitas histórias, pois é através dos livros e contos infantis que a criança enfoca a importância de ouvir, contar e recontar histórias. Segundo Fanny Abramovich “... Escutá-las é o início da aprendizagem para ser um leitor, e ser leitor é ter um caminho absolutamente infinito de descoberta e de compreensão do mundo...”.
Incentivar a formação do hábito de leitura na idade em que todos os hábitos se formam, isto é, na infância, é muito importante. Neste sentido a literatura infantil é uma peça fundamental para este desenvolvimento.

Objetivo geral: Levar o aluno ao mundo da imaginação e ao mesmo tempo a descobrirem o maravilhoso universo da literatura infantil.

Objetivos específicos:
• Reconhecer algumas Histórias infantis;
• Utilizar a técnica de dramatizar e fazer recontos;
• Oportunizar a criatividade, imaginação, humor, ilusionismo;
• Desenvolver o hábito de ouvir com atenção;
• Enriquecer e ampliar o vocabulário;
• Intervir, posicionar, julgar e modificar historinhas e contos;
• Desenvolver o pensamento lógico e a rapidez de raciocínio;
• Permitir a livre expressão;
• Promover e estimular a linguagem oral;
• Desenvolver atenção e coordenação motora fina e ampla;
• Relacionar os números com a quantidade;
• Desenvolver e estimular a expressão corporal;
• Cuidar e valorizar os livros;
• Estimular o gosto pela leitura.

Conteúdos:
• Data comemorativa: Dia nacional do livro infantil;
• Motricidade fina e ampla;
• Expressão corporal;
• Artes plásticas: pintura, modelagem, recorte e colagem com material diverso, desenho livre e dirigido;
• Historinhas (OS TRÊS PORQUINHOS, CHAPÉUZINHO VERMELHO, SITIO DO PICAPAU AMARELO);
• Criatividade e dramatização;
• Música e ritmo;
• Noção e visualização de quantidades - do número 1 ao número 3;
• Seriação, conjuntos.

Metodologia:
• Conversa informal diálogo e questionamento oral através das historinhas, cartaz, figuras e relatos sobre o assunto;
• Músicas dramatizadas relacionada às historinhas;
• História em seqüência;
• Quebra cabeça e jogos;
• Historinhas infantis;
• Dramatização das historinhas (teatrinho);
• Sessão historiada;
• Biblioteca na sala;
• Visita a biblioteca da E.M.E.F. FRANCISCO MENDES;
• Fantoches e dedoches;
• Maquete da história dos Três Porquinhos;
• Máscaras do lobo mau;
• Capas da Chapeuzinho Vermelho;
• Vídeos: OS TRÊS PORQUINHOS; CHAPEUZINHO VERMELHO; DEU A LOCA NO CHAPEUZINHO VERMELHO;
• Bonecos móveis do Sítio do Pica-pau Amarelo – Emília e Visconde Sabugosa;
• Bonecos – Visconde e Emília com palitos de picolé.

Culminância: Apresentação de uma das historinhas e amostra dos trabalhos confeccionados pelos alunos.

Avaliação: Avaliação será contínua, através da observação diária das crianças no desempenho de suas atividades, no relacionamento com os colegas e com a professora.

4 comentários:

  1. ANDRÉA H. MATTOS24 de abril de 2011 13:35

    É MUITO BOM SABER QUE EXISTE EDUCADORES APAIXONADOS PELA FUNÇÃO.

    SEU PROJETO... É MARAVILHOSO!

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito! vou sugerir na escola em que trabalho.

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito! vou sugerir na escola em que trabalho.

    ResponderExcluir
  4. Muito bom este projeto, obrigada por compartilhar.

    ResponderExcluir

Postagens antigas

Link-me 2

Link-Me


Em qual área da educação que você trabalha?

Prometo:

Prometo valer-me do conhecimento que me foi dado como instrumento de mudança e construção de um mundo onde o homem possa realizar-se com liberdade. Prometo, no exercício de minha profissão, enfrentar os desafios que a educação me propõe, com criatividade, perseverança e competência, buscando novos caminhos para o processo educacional. Prometo envolver-me com meus alunos no espaço que existe entre teorizar e viver a prática, porque acredito ser nesse espaço que educadores e educandos se encontram e se transformam mutuamente. Prometo não isolar no gabinete da Administração Escolar, mas dele partir para uma realidade mais abrangente, em que eu possa enxergar o homem no seu contexto social e político e que o meu trabalho na educação tenha um sentido justo, observando sempre os dispositivos legais e éticos da profissão.